O INSTITUTO LUZEMTI

 

INSTITUCIONAL

Denominado simplesmente ASSOCIAÇÃO é uma instituição de natureza filosófica, religiosa, mística, centro espiritual xamânico, associação de auxílio espiritual mútuo, sem fins lucrativos, fundada no dia 30 DE JULHO DE 2009, com personalidade jurídica distinta da de seus associados, que não respondem subsidiariamente pelas obrigações por ela contraídas, aplicará integralmente os seus recursos na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos sociais, terá a sua duração por tempo indeterminado, tendo corpo associativo, objetivos, sede e foro, conforme definidos no presente instrumento, e se regerá pelo presente Estatuto, pelas Leis do País, pelo seu regimento interno e regulamentos editados.
Dos objetivos:
A ASSOCIAÇÃO tem por finalidade promover, perante seus associados, as seguintes atividades:
a) O Estudo, a prática e a divulgação da Doutrina de Jesus Cristo, pautando-se pelos ensinamentos do Mestre Jesus Cristo, visando despertar no homem a sua Centelha Divina e promover a sua integração com a Divindade.
b) A realização de trabalhos de cunho espiritual, com rituais próprios da doutrina cristã, nos quais se fará o uso sacramental da bebida intitulada "Vinho das Almas", também conhecida como Ayahuasca, obtido do preparo das plantas "Jagube" (nome científico "banisteriopsis caapi") e "Chacrona" (nome científico" psycotria viridis"). O "Vinho das Almas" produzido pelo Centro Espiritual Xamânico, é obtido pela decocção das plantas "Jagube" e "Chacrona", cujos alcalóides Beta-carbolínicos, "Hamina", "Harmalina", "Tetrahidrohamina" e Dimetiltriptamina DMT", induzem a um estado ampliado na consciência em seus usuários. Tem sua origem nos povos indígenas pré-colombianos, é considerada a bebida sagrada dos Incas e de várias tribos do território nacional, sendo o seu uso ritualístico legalmente autorizado pelo CONFEN para diversos grupos religiosos do país, dentre eles, Santo Daime, UDV, etc.
c) A  realização  de   trabalho de  assistência   a   doentes   de   toda   ordem,   recuperação física e espiritual dos irmãos menos favorecidos, como os mendigos, andarilhos e prostitutas. E após a recuperação desses irmãos e irmãs, promover a sua reintegração à sociedade. Da mesma forma, também realizar trabalho de assistência à infância, à velhice desamparada e aos inválidos;
d) Realizar trabalhos para a promoção do ideal da efetivação da fraternidade humana, pela difusão da sabedoria cristã, pelo ensino e prática do bem e da caridade, da exaltação das virtudes morais, e promover a Justiça, o Amor, a Verdade e a Harmonia, inspirando-se principalmente no Evangelho de Jesus.

e) Filiar-se a quaisquer outras entidades que mantenham o mesmo objetivo ou quaisquer outras que concorram para a realização dos objetivos da associação;
f) Promover reuniões de caráter social ou recreativo, tendo como objetivo a integração entre os seus associados, que sempre serão conduzidas dentro dos princípios da fé cristã;
g) Aceitar doação de pessoas físicas ou empresas privadas ou públicas, nacionais ou estrangeiras, que deverão ser destinadas exclusivamente para a realização de seus objetivos sociais.

 

 

PERFIL DIRECIONAL

 



LUZEMTI surgiu mais ou menos em 1986, quando eu estava acampado sozinho há uns quinze dias numa Praia no Litoral Paulista, a bela Puruba. Dias maravilhosos de Mar e Sol, entre outros, o próprio Rio Puruba (paralelo à extensão da Praia).

Numa tentativa de traduzir o famoso “Namastê”, por intuição conjunta com um poema que me veio, naquela beira-mar, a poesia “Noite de Luz” (do Livro Parespegadas), por conseqüência, me veio também o Luzemti. Como Namastê significa “o Deus que há em mim saúda/cumprimenta o Deus que há em você”, e ao falar a palavra as pessoas se reverenciam com as mãos postas, até que a “minha” tradução, numa junção gramatical de palavras, foi bem no alvo desejado: um cumprimento com reverências mútuas, de mãos postas na testa, sendo que Deus é sempre a nossa Luz, a LUZEMTI.

Passados muitos anos, em Família, fomos agraciados com a Fé e a Coragem de deixar tudo que havíamos construído com o trabalho honesto da Advocacia, deixando a Cidade, rumamos para a Montanha Sagrada do Gomeral, onde nos encontramos com Forças Vivas da Mãe Terra, sempre nos convidando a melhorar e melhorar.

O Templo que também é a Casa, octogonal e inteiro de Pedras, foi captado de um relâmpago fotográfico do grande arquiteto que é o Pai Celestial que me enviou lá do alto; o local exato, a Senhora das Matas o indicou, deu licença e proteção. Depois apareceu a Ayahuasca, para tudo completar. E, subindo a Montanha Sagrada Espiritual, decidimos abrir o Instituto Luzemti.

Com base na Sabedoria Ancestral Xamânica, em razão da utilização da Ayahuasca, e em razão da Força da Consciência Indígena, optamos por uma Escola que tem por objetivo o ancorar das Qualidades Divinas e a formação de Xamãs conscientes, éticos e, especialmente, Iluminados.

É que nas Pedras aqui assentadas muito do Mestre Buda estamos aprendendo e praticando; muito do Mestre Jesus estamos aprendendo e praticando; assim, o Grande Espírito nos conduz e guia!

E junto com Eles Todos, fomos também aceitos pela Grande Fraternidade Branca, os Mestres dos Raios do Arco-Íris Itinerante (“Rodopiante”), bem como da Casa Africana, que nos auxiliam na Verdadeira Obra de Redenção Humana.

A Montanha Sagrada, conhecida como Senda Espiritual, para ser escalada exige a Sabedoria, a Purificação, o Sacrifício, o Renascimento e a Libertação. Esse é o Caminho da Auto-Realização que o Pai Celestial, o Sr. Krishna, nos ensina com precisão e poesia no Gita.

Assim, junto com Todos, estamos buscando o Aperfeiçoamento, com humildade e determinação, agradecidos por tudo que estamos anelando e compartilhando, magnetizando e canalizando. Que a Mãe Terrena possa sempre nos trazer as Bênçãos da Creação Cósmica e em Harmonia possamos vivenciá-la em nossa Existência. Luzemti!

____________________________ Nhô Caly Varajão.